Brasília do céu

Se você tem pelo menos dois amigos no feice você certamente se surpreendeu com o novo ângulo da cidade que descobrimos circulando por aí na semana passada. Fotos de Brasília feitas do alto, obra do fotógrafo Bento Viana, que se tornaram um verdadeiro viral em poucos dias. E não por acaso: as fotos são mesmo lindas.

Originais, pensadas, delicadas, profundas. Como não sentir a nostalgia da infância vendo a foto do foguete do parque? Como não ter vontade de mergulhar com a foto da piscina? Como não sentir um orgulho profundo com as fotos dos horizontes, das cores do céu, da luz indiscritível acariciando diagonalmente as casinhas? Sem falar nas verdadeiras estampas que ele criou transformando objetos urbanos em ícones repetidos infinitas vezes. Tirar retrato é uma coisa – fotografar é isso aí.

Das coisas boas de ter um blog sobre Brasília é que a gente tem desculpa pra puxar papo com gente interessante – e foi o que eu fiz. Com a desculpa de ter de contar pra vocês, fiz uma entrevistinha por email com o responsável por essas maravilhas – que ainda por cima me mandou três fotos inéditas para compartilhar com vocês.

Olha aí o que ele me contou:

Como surgiu a ideia de retratar a cidade do alto?

Na verdade essa é uma ideia muito antiga que surgiu quando conheci o trabalho do fotógrafo francês Yann Arthus-Bertrand chamado “A Terra Vista do Céu”. Cultivei o sonho até que surgiu a oportunidade.

Mata a minha curiosidade: como foram feitas as fotos? Ultra-leve, helicóptero?

Todas de helicóptero.

As cores das fotos estão incríveis – contraste perfeito entre o céu azulzão e a cidade ainda verdinha. Em que época do ano elas foram feitas?

As fotos foram captadas em junho deste ano, na alvorada e no entardecer do dia.

Quais as suas dicas para fotografar Brasília?

Brasília é uma cidade muito fotogênica e também muito fotografada. O grande exercício para quem quer fotografar esta cidade, ao meu ver, é encontrar ângulos originais e saber trabalhar com a luz do sol no Planalto Central, que se transforma ao longo do ano.

Que hora do dia a cidade fica mais bonita?

Eu gosto de fotografar nos períodos compreendidos entre o nascer do sol até por volta de 9h da manhã e de 15h30 até depois do por-do-sol.  Mas isso não pode ser tão taxativo, pois depende do objeto e da locação a serem fotografados.

Quais seus ângulos preferidos?

Minha busca é por um olhar/ângulo inédito, seja ele qual for, desde que atenda o meu desejo de capturar uma imagem original. Fotografar este trabalho de helicóptero me permitiu encontrar muitos ângulos inéditos.

A arquitetura é a grande estrela da cidade?

Eu penso que não só a arquitetura, mas o urbanismo, o paisagismo, os jardins do Burle Max e, em especial, o céu em Brasília, que, segundo Lúcio Costa, é o mar dessa cidade.

Os vazios dos espaços, com poucos personagens, me fazem pensar em solidão. A foto do foguete no Parque da Cidade me desperta uma certa saudade da infância. É importante ter um tema quando se sai para fotografar?

É importante, mas não essencial. Ter uma visão periférica e estar atendo às possibilidades que podem surgir pelo caminho é primordial para captar imagens espontâneas e que instigam a criatividade.

Ei, Bento, e você usa instagram?

Uso e gosto muito. Tem muitos filtros que combinam com nossa cidade, mas destaco o Amaro, Rise, Hudson, X-Pro  II e o Lo-Fi.

Bora?
Corre no site do Bento para ver todas as fotos que ele fez. Elas compõem um livro lindo que virou cartão de visitas do GDF nas missões ao exterior – e que infelizmente não está acessível para nós, simples mortais. Mas ele me contou que está trabalhando em uma versão comercial da obra – vamos torcer.

Uma resposta em “Brasília do céu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s