Bárbara Eugênia não é fofa, e isso é bom

O escritor e jornalista Xico Sá quase impõe uma regra a quem quiser falar sobre ela: não a chame de fofa, nem diga que o trabalho dela é fofo. Responsável pela apresentação de Bárbara Eugênia no site da cantora, ele sentencia: “Journal de BAD”, seu álbum de estreia, “vai além muito além, é disco grande.”

Nascida no Rio e morando em São Paulo, Bárbara não se encaixa mesmo nesse adjetivo, tão comum à nova geração de cantoras brasileiras. Se você for à Livraria Cultura do Iguatemi na próxima terça, vai poder entender melhor essa história. Ela vai estar lá às 19h30, em um pocket show misturado com bate-papo, com entrada gratuita. De bônus, Bárbara se transforma em DJ hoje e toca na Play!, festa de rock que acontece toda sexta no clube da Asceb.

Ainda que seja em versão mini, já era tempo de um show da Bárbara em Brasília. A cidade serviu de cenário para um clipe dela, gravado no ano passado, mas esta é a primeira vez que ela apresenta suas músicas por aqui.

O clipe em Brasília (assiste ali embaixo!) foi ideia de um brasiliense, o fotógrafo André Gagliardo, que também mora em São Paulo e foi convidado por ela pra dirigir o vídeo. Ele quis juntar a música, futurista e meio psicodélica, com o modernismo da cidade. Bárbara topou na hora.

Foi assim que Drops the Bomb, a minha preferida do álbum, ganhou imagens do cerrado e do Athos. O figurino é da estilista Fernanda Ferrugem e a direção foi dividida com outro brasiliense, Tarcísio Boquady. Sobrou até pra parede laranja lá de casa, que fez uma ponta e ficou metida, até hoje tá se achando.

Além de talentosa, Bárbara sabe escolher suas companhias. Journal de BAD teve gente como Otto e Karina Buhr. Recentemente, ela se juntou a Tatá Aeroplano, vocalista da banda Cérebro Eletrônico, pra compor a música Dos Pés, que rendeu um vídeo-poesia lindo. Melancólico, e lindo.

A última apresentação da cantora em Brasília, em abril do ano passado, foi resultado de outra parceria. O projeto Les Provocateurs, em homenagem a Serge Gainsbourg, tinha Edgar Scandurra no palco, com participação de vários músicos. Quem foi ao show saiu de lá dando razão a Xico Sá. Bárbara Eugênia vai além muito além, é isso aí.

Bora?
Festa Play!
Hoje, dia 21
Clube da Asceb – 904 Sul
R$ 15 com nome na lista, válida até 1h (playbrasilia@gmail.com)
R$ 20 após 1h

Palco Iguatemi Bárbara Eugênia
Bate-papo e pocket show
Terça-feira, dia 25, às 19h30
Teatro da Livraria Cultura do Shopping Iguatemi
Entrada gratuita
Capacidade: 200 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s