Cool, indie, global e super Brasília

Vai, pergunta. Eu também me perguntei: mas como eu nunca tinha ouvido isso antes?

É, meus caros, Brasília tem uma banda indie. E das boas. Tão das boas que os caras estão tendo uma repercussão linda lá fora. Ouvi falar deles no blog do Matias, e depois fiquei sabendo que até a MTV gringa já andou entrevistando os indie rockers brasilienses.

O mais figura: Sexy Fi não é só uma banda que por acaso começou aqui. Essa turma é assumidamente brasiliense. De rocha. Esparrado – como eles deixam claro no seu “Pequeno dicionário das ruas”. E em títulos deliciosos como “Looking Asa Sul, feeling Asa Norte”, “Roriz 2010” e “Plano: Pilotis”.

Domingo agora sai o primeiro disco da banda, “Nunca te vi de boa”, gravado em Chicago e lançado simultaneamente na Europa, nos Estados Unidos e no Japão pelo selo independente Far Out. A Amazon e a Fnac francesa já anunciam a pré-venda.

Peraí, mas e a gente? E a gente? Onde é que a gente compra?, onde é que a gente assiste? Quem responde é o guitarrista e fundador da banda, João Paulo Práxis, num papo ontem de tarde, diretamente da Asa Norte.

Como se explica isso, vocês serem tão brasilienses e eu, desinformada, ouço Sexy Fi pela primeira vez graças à imprensa lá de fora?
Acho que hoje em dia esse trajeto faz todo sentido. Com a internet, acabou essa coisa geográfica de “cena local”. É super comum a pessoa ter afinidades estéticas com alguém que mora do outro lado do mundo.

O que é Brasília pra vocês?
A gente se conheceu estudando junto, fazendo Comunicação na UnB. Brasília não é só a cidade onde nos conhecemos, é uma cidade que define a identidade da banda. Essa sensação de que aqui está tudo por fazer acaba funcionando como um estímulo.

Como é a história do CD “Nunca te vi de boa”, que sai no domingo?
A gente gravou em Chicago, nos Estados Unidos, numa iniciativa independente. Por lá descobri o selo Far Out, que tinha lançado uma banda brasileira que eu mesmo nem conhecia. Entramos em contato e o disco agora está sendo lançado pelos caras, em Londres, com distribuição na Europa, EUA e Japão. Nos organizamos para fazer umas cópias por aqui também. A partir de domingo o conteúdo está à venda no itunes brasileiro e pedidos do disco podem ser feitos pela nossa página no face.

Vai rolar show de lançamento aqui em Brasília?
Dia 17 de novembro, mas ainda não sabemos onde. Vai ser tipo festa em casa de neguinho, como sempre rola aqui em Brasília.

Bora?
O face da banda é aqui.
Para ouvir o setlist, no soundcloud Sexy Fi.

3 respostas em “Cool, indie, global e super Brasília

  1. Pingback: De boa em casa de neguinho | quadrado

  2. Pingback: Picnik com nova paisagem | quadrado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s