A cidade que tem tudo pra fazer

foto (2)

Na fila do supermercado. Na fila do cinema. Espiando a conversa da mesa ao lado. Virou, mexeu, pesco a pérola: “o problema é que em Brasília não tem nada pra fazer”.

Claro que, a cada vez, passa rapidamente pela minha cabeça hastear solenemente a bandeira do Quadrado Brasília e provocar uma discussão: defina “ter alguma coisa pra fazer”, colega. Você não tem amigos? Ir a um barzinho bater papo com seus amigos legais não está em pauta? E todos os shows gratuitos da cidade? E cinema, e teatro, e os espaços culturais da cidade, e os cafés? Quer fazer SUP no lago? Quer fazer um curso bacana?

Mas claro também que, dois segundos mais tarde, eu reconheço que se tanta gente fala isso aleatoriamente é porque elas de fato se sentem assim – e têm o direito de se sentir assim. E daí fico quietinha.

Só que a partir de agora não vou mais ficar, não. Vou passar a ter sempre comigo papel e caneta para anotar este endereço e distribuir por aí: www.experimentebrasilia.com.br

As meninas da Tríade, as mesmas que me fizeram apaixonar pela Trilha dos Azulejos, tabularam em uma série de experiências o que há de melhor para se fazer em Brasília. Por “experiências”, entenda-se: passeios criativos, divertidos, diferentes, inusitados, meio workshops, meio city-tours. Jeitos diferentes de conhecer a cidade, de aproveitar a cidade, de celebrar a cidade, fazer amigos, se distrair.

O mais legal: as “experiências” são comandadas por brasilienses típicos, gente que realmente vive tudo aquilo no seu dia-a-dia. Quem leva o Vá de Bike é um historiador e ciclista que, acostumado a percorrer a cidade sobre duas rodas, vai ensinar os melhores caminhos, as dicas, as manhas dos cameleiros da cidade. Quem conduz a Rota Fotográfica é um fotógrafo profissional, que conhece os segredos dos melhores ângulos para clicar nossas curvas.

Papeando e passeando, eles te passam as dicas – e você vive Brasília de um jeito bem mais legal. E nunca mais, nunquinha na vida, você vai ficar por aí resmungando que “não tem o que fazer” por aqui.

Bora?
Conheça todas as experiências do Experimente Brasília.
Este final de semana acontece uma edição do Vá de Bike. Fique de olho nas próximas datas.

6 respostas em “A cidade que tem tudo pra fazer

  1. Eu desconfio que quem fala isso não tem por objetivo passeios culturais, bacanas. Queria uma praia ou algo do tipo e pronto. Cabe até a pergunta: “o que você queria fazer que não tem aqui?”
    Tem muita coisa para fazer em Brasília, sim. Eu teria que ser duas para conseguir ir à todos os eventos interessantes disponíveis.
    Por falar nisso, descobri, lendo uma sessão no jornal, que há aula de yoga grátis na 104 norte aos domingos de manhã. Quem procura acha, né?

    • A gente não tem praia, que é a reclamação de geral, mas BH também não tem, por exemplo. São Paulo, capital, também não. É preciso pegar um enorme trânsito para conseguir isso. Em Brasília, da mesma forma, em duas horas, você está em lugares maravilhosos, em contato com a natureza! A alegria da cidade quem faz é o local! Aqui, temos o lago Paranoá, com muita opção de lazer. Outro dia ouvi que aqui não tem samba. Ora bolas, tive que citar pelo menos 5 lugares que me vieram à cabeça na hora.

      • E mais uma coisa: cidades com praia na porta são meio sujinhas: é preciso ir para praias mais afastadas para poder desfrutar. Não basta ter se não pode usar! 😉

  2. Quem diz isso, que não tem nada pra fazer aqui, talvez não tenha morado em outras capitais, até com mais habitantes, pra ver a diferença. Às vezes é até difícil cumprir uma agenda de tanta coisa pra se fazer de legal no DF, tanto cultural, como esportiva ou social.

  3. Pois é. Tenho a mesma sensação. Ainda não tenho coragem de virar para essas pessoas e pedir para me definirem o que é “ter algo para fazer”, mas quando se dirigem para mim, ah, passam um tempão ouvindo as milhões de opções! Acreditam que até em SP ouvi isso? Me pediram, ainda, para tirar a sujeira daqui (os políticos). Eu pedi para que parassem de enviar! Assim, angariei muitos fãs para essa cidade, que estão loucas para vir conhecer!

  4. Pingback: Brasília: modo de usar | quadrado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s