Me ensina a te esquecer

meensinaateesquecer

Fazer essa foto foi, para mim, um símbolo deste ano. Vou te explicar do começo.

Todos os dias, eu passava por essa frase, pichada em uma parede do Buraco do Tatu, no centro de Brasília: “Me ensina a te esquecer”, acompanhada de um ponto de exclamação, para deixar óbvia a urgência que a frase grita.

Eu passava por essa frase, ou essa frase passava por mim, e começava a viajar na história por trás dela. No casal, no motivo do fim, na contradição de quem diz querer apagar alguém da sua vida e marca uma parede com tinta preta para evitar que isso aconteça.

Um belo dia o governo começa a pintar de branco as paredes do centro da cidade. Outra viagem: todos os dias eu passava em frente à pichação na esperança de pegar o exato momento em que a frase estaria sendo apagada. Imaginava as fotos, o enquadramento, a moldura. Já estava tudo planejado, faltava só o improvável: eu estar lá na hora certa.

Ao longo de semanas, todas as paredes foram pintadas, menos aquela. A frase continuava lá, resistindo ao esquecimento, e eu me toquei que o momento perfeito não aconteceria sem a minha ajuda. Liguei para uma amiga, falei “preciso de uma modelo para uma intervenção fotográfica”, achei que ela riria da minha cara, mas topou na hora.

E fomos. Nós, um galão de tinta branca e um rolo. Ela pintando, eu fotografando, e a imagem que eu idealizei se materializou: uma sequência invertida, em que a frase, ao invés de desaparecer, se revela. Quanto mais se tenta apagar, mais o sentimento se prende à parede.

Ok, mas por que eu estou te contando essa minha viagem astral? Porque, seguindo a tradição de ficar mais reflexiva nesta época do ano, eu queria compartilhar esse desejo com vocês, que fizeram a gentileza de nunca nos deixar falando sozinha aqui. O desejo de não esquecer.

Mais do que esquecer “alguém”, estamos o tempo inteiro tentando esquecer “algo”. Por sorte, este foi um ano em que eu não segui o fluxo normal da nossa vida moderna, de atropelar os acontecimentos, de fingir que tudo está bem resolvido, de não enfrentar questões mais profundas. E uma das várias lições que 2013 me deu foi a de não tentar apagar momentos ruins – conviver bem com eles é a minha meta atual.

Outra coisa boa de fazer essa foto foi perder a vergonha. Eu, um ser racional e objetivo, me permitir viajar em uma intervenção urbana? É isso mesmo que eu quero para 2014: não reprimir a minha criatividade, por mais boba que ela pareça. E não me esquecer de quem eu sou.

Só leia se você for legal

1510547_10152476131184638_1078744765_n-1

Você é gente-fina? É massa? Ótimo. Porque se você for mala, poser, pesadão, por favor, para de ler aqui. Tá?

É que hoje tem uma festa muito legal no La Ursa, onde a dj Clarice Garcia vai comemorar o aniver com outros amigos tão gente-fina quanto ela. Vai ser legal. Mas legal mesmo.

Daí eu queria te convidar pra ir também – mas só se você for tão legal quanto todos os meus amigos que vão estar lá. Hm, olhando assim pra essa sua carinha lendo isso, eu acho que você é legal, sim. Então…

Bora?
Aniversário da Clarice, Victor Castelo e Lúcio Rennó
Hoje, a partir das 23h, no La Ursa
SBN Quadra 2, Bloco J, lojas 5 a 8 (ao lado da Apex)
Com os djs Alex Maraskin, Bílis Negra Soundsystem, Biondo, Ivan Bicudo, Cochlar, Clarice Garcia e Ju oscar
R$ 10 até 1h30 com nome na lista, R$ 20 sem nome na lista 

Perigo: delivery de waffles

foto

Desculpa aí se você esperava uma dica de festa, de um evento cultural incrível. É isso mesmo, a minha sugestão de fim de semana é waffle com geleia. Esse friozinho, uma xícara de café, uma cobertinha… o fim de semana perfeito vai começar.

O waffle do “À Table” foi a descoberta da semana, graças à minha amiga Dani Cadena, uma das que mais contribuem para o nosso Quadrado. Você liga, encomenda, e eles entregam na sua casa os pacotinhos de waffles prontos – basta esquentar na tostadeira ou na sanduicheira, e ainda pode congelar. Céu na terra, não é não?

Cada pacote vem com três waffles e sai por R$ 6 (ou R$ 5 se você levar pelo menos três). A taxa de entrega varia de acordo com o local, mas como você pode congelar, dá pra fazer um estoque logo.

Fiquei tão feliz em ter waffle em casa que resolvi fazer uma geleia, cuja receita compartilho com vocês. Aí vai meu momento Ana Maria Braga, em prol da felicidade coletiva:

Geleia caseira de frutas vermelhas
– 250 g de frutas vermelhas (usei morango, amora, mirtilo e framboesa, mas você pode usar qualquer uma)
– 1 colher de sopa de açúcar cristal
– 3 colheres de sopa de mel
– suco de 1 laranja

Coloque tudo numa panela, leve ao fogo alto e deixe ferver por uns 15 minutos, ou até que a mistura fique com aquela carinha de calda – espessa e brilhante.

Já pode mandar brasa com a calda quente mesmo, ou deixar esfriar na geladeira. Guarde num potinho de vidro esterelizado (é só jogar água fervente antes).

Bora?
À Table
Telefones: 3467-0199 e 8548-1257
Página do facebook aqui
Eles também entregam cookies, tortas, quiches, pão de mel… Cardápio completo aqui

Longe dos shoppings, perto do coração

compreembrasilia

Já que nessa época do ano é difícil mesmo se livrar do consumismo, da correria, da ansiedade boboca de compensar com um presente o amor de quem você quer bem, vou te pedir um favor: pelo menos não faça isso entupindo a sua árvore de Natal de coisinhas sem graça, sem alma, made in China, que você comprou com sua paciência completamente esgotada pelas filas dos shopping centers.

Há opção. Há super opção.

Os designers de Brasília estão a postos para os presentes de última hora em dois eventos completamente deliciosos este final de semana.

No Objeto Encontrado, o Liga Pontos traz todas as lindezas do Pântano de Manga e de outros designers convidados, como o Aqui em Bsb. Na Casamarela, tem Frida Sem Calo, Fernanda Ferrugem, os acessórios de madeira da Bia Saffi e as delícias do Sweet Sayuri.

Edição: Novidade! Vou estar lá na Casamarela no sábado de tarde, fazendo dedicatórias e desenhos da Rua de Todo Mundo pra quem quiser dar livrinhos de presente pra crianças fofas. Ou pra adultos fofos. 🙂

Bora?
Liga-pontos no Objeto Encontrado
Sábado, das 15h às 22h
CLN 102, Bloco B

Casamarela
Sábado, das 13h às 20h
707 Norte Bloco Q casa 37

Criativo, aqui está o seu presente de Natal

calendario2014

Ei, eu estou te vendo, viu?

Você, criativo, você, criativa. Eu sei que vocês leem o quadrado. Temos informantes nas agências de publicidade, nas produtoras de cinema, nas redações de jornal, nas agências de design – e sabemos muito bem que vocês estão de olho na gente. Modéstia à parte, claro.

E é por isso que acho fun-da-men-tal compartilhar com vocês este verdadeiro presente de Natal: o nascimento da Azúcar, uma ideia de gênio da Flora Egécia, que assina a não menos genial revista Nil.

Trata-se de uma plataforma que vai reunir em um só lugar todas as informações sobre editais, prêmios, salões e concursos voltados para profissionais da área de fotografia, design, audiovisual e artes visuais. Ou seja: você.

Amanhã rola um lançamento incrível na Galeria Ponto – quando você, ainda por cima, vai ganhar um calendário de parede (lindo, aposto) pra lembrar todos os dias de 2014 de todas as oportunidades incríveis que terá pra brilhar ainda mais.

Presentão de Natal, diz aí!

Bora?
Lançamento Azúcar
Amanhã, 17/12, às 19h
Galeria Ponto
SHCGN 716, bloco L, casa 39

Tem PicNik com autógrafo!

1390480_525371164214338_848828428_n

Extra! Extra! Notícia de última hora! Teremos uma mesinha no evento mais fofo da cidade!

A alegria de quarta-feira continua e vou ficar durante toda a tarde dedicando, assinando e desenhando nos livrinhos mais coloridos da vida lá no PicNik hoje à tarde. Vou tentar levar livros do resto da turma do Longe, pra vender pra quem quiser.

Bora?
PicNik no Calçadão Norte
(Perto da Ponte do Bragueto)
Hoje, das 14h às 22h (eu fico só até o final da tarde!)
A Rua de Todo Mundo, livro que editei com os amigos do selo Longe
R$ 25, com direito a dedicatória fofa 🙂 – atenção: só dinheiro, não deu tempo de pensar em maquininha de cartão.

O imperdível do fim de semana

fotofoto

Este é um post-relâmpago só para avisar (ou lembrar) de três programas bacanas do fim de semana:

  1. No Casapark, a Casa da Luz Vermelha e a Referência Galeria de Arte promovem a 1ª edição do Bsb Fineart – Feira de Fotografia, com trabalhos de 70 fotógrafos, que serão vendidos por R$ 50 a R$ 5 mil (essa aí de cima é do Márcio Borsoi).Sábado, das 11h às 13h, tem workshop de fotografia de instagram com a incrível Zuleika de Souza, do Correio Braziliense.  Domingo, das 16h às 17h, o tema é projeção do fotojornalismo, com o fotógrafo Anderson Schneider (inscrições via e-mail – feirabsbfotoarte@gmail.com).

    Tem ainda patês e geleias do Realejo, pães exóticos do Benedetto Pane, tapas do chef espanhol Juan Torassa e discotecagem do pessoal da Dom Pedro Discos, que estará com sua banca de vinis antigos e novos.

  2. O Picnik volta ao Calçadão da Asa Norte neste sábado com distribuição de dindins, chás e biscoitinhos. Tudo sobre o evento: aqui.
  3. Sábado e domingo também tem a tradicional exposição de fim de ano do Glenio Bianchetti, que dispensa comentários. Como sempre, Glenio convida artistas da cidade para vender suas peças, incluindo as joias lindas da Thelma Aviani. A visitação é sábado e domingo, das 11h às 20, na casa do artista (Setor de Mansões do Lago Norte, MI 8, conjunto 2, casa 17). Tel: 3409-1375.

Se eu estiver perdendo algum evento incrível, por favor, me avise nos comentários. 🙂