Contando as horas

bienal

Eduardo Galeano, Ariano Suassuna, Mia Couto, Pierre Lévy. E Antônio Prata, Xico Sá, Póla Oloixarac, João Paulo Cuenca, Ruy Castro. Todos no mesmo evento. Aqui em Brasília. Confesso que, nem nos meus melhores sonhos, nunca tinha ousado imaginar algo assim.

Eu estou impressionada com a programação da 2a Bienal do Livro e da Leitura, que começa amanhã. Impressionada com a sensibilidade dos temas escolhidos: a marca dos anos de chumbo no Brasil, a crise dos modelos econômicos, sociais e políticos do mundo de hoje, a relação entre futebol, ditaduras e democracia. Mas resolvi não ficar aqui falando mil coisas sobre isso hoje – até porque segunda-feira que vem eu vou ser obrigada a voltar no assunto.

Este recadinho rápido hoje é só pra lembrar que, olha, começa amanhã, hein? E informar que os ingressos pra palestra do Galeano, na abertura, já estão esgotados (organização, que tal um telão pra quem ficou de fora?).

Segue aqui a página da Bienal no facebook, onde todas as informações estão divulgadas. E se prepara pra maratona mais gostosa que essa cidade jamais imaginou.

2 respostas em “Contando as horas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s