Arte erótica junta o bom ao melhor ainda

feiraerótica

A Carol, que é muito mais culta do que eu, publicou aqui um roteiro de exposições bacanas na cidade. É claro que sobrou pra mim, alguém cuja reputação ficou em algum lugar do passado, acrescentar à lista essa dica ótima: sábado tem feira de arte erótica no Objeto Encontrado, e você não pode perder.

Primeiro, porque tem muita, mas muita gente boa: A Casa da Luz Vermelha, Bruno Bernardes, Coletivo Transverso, Kazuo Okubo, Nicolas Behr, Patricia Bagniewski, Patrícia Del Rey – só pra começar.

Segundo, porque o erotismo existe desde que os primeiros peixes primitivos habitaram esta Terra. O Museu Larco, em Lima, que tive o prazer de conhecer, é prova disso. Eles têm um extenso acervo de cerâmicas eróticas, datadas de 1.200 antes de Cristo. Se você se acha moderno e transgressor, precisa ver o que o pessoal já fazia na era pré-colombiana.

Também desde que o mundo é mundo, muita gente estranha e com problemas psiquiátricos não tratados faz um esforço enorme para convencer o resto da humanidade de que o sexo é feio, sujo e malvado. Nós, não.

Nós, que somos pessoas legais e com problemas tratados, não acreditamos nisso. E adoramos a ideia da feira, porque ela coloca o erotismo onde ele deve estar: no campo da beleza.

Bora?
II Feira de Arte Erótica
Sábado, dia 8, das 17h às 23h
Galeria Objeto Encontrado (102 Norte, Bloco B)
Evento no face: aqui
Foto: Escultura de Patricia Bagniewski

Uma resposta em “Arte erótica junta o bom ao melhor ainda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s