Bem absolutamente simples

FullSizeRender (41)

Trago da infância presente como se fosse de ontem a sensação de tentar convencer meus pais a fazer alguma coisa besta – ir passear no shopping, por exemplo – e entrar com eles numa discussão igualmente besta pontuada por desculpas igualmente bestas que só faziam crescer em mim a convicção de que nada era complicado como eles queriam fazer parecer.

Eu tento evitar isso com meus filhos. (Talvez eles discordem.) (Mas juro que tento.)

Ontem tínhamos na nossa tarde uma janela de hora e meia que eu dei de presente pro João: qualquer coisa aqui perto e que não envolva muita grana. Ele escolheu a Nicolândia.

Eu quase desanimei porque pensei no preço e pensei nas filas – mas lembrei em seguida da sensação de infância presente como se fosse de ontem, e fui. Não tinha filas – e comparando com o preço praticado por aí, R$ 60 pros dois brincarem o quanto quisessem me pareceu bem justo.

E eles brincaram o quanto quiseram. Fizeram coisas que me pareciam perigosíssimas, mas olhei pros lados e vi um monte de gente brincando e tentei me convencer de que estava tudo certo. Voltaram pra casa cheios de energia, com a adrenalina colorindo as bochechas sorridentes. E foi simples. Foi bem absolutamente simples.

Bora?
Nicolândia
Parque da Cidade
R$ 30 o passaporte de terça a sexta

Uma resposta em “Bem absolutamente simples

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s