Socorro

IMG_3172

Caiu Simone de Beauvoir na prova. A prova é feminazi, petista, comunista, bolivariana.

A redação é sobre violência contra a mulher. A redação é esquerdista, petista, comunista, bolivariana.

Maria defende que cada um ame quem quiser e que todos tenham os mesmos direitos. Maria é gayzista, petista, comunista, bolivariana.

Manoel quer a saída de um corrupto do poder, mas o corrupto não é petista, comunista, bolivariano. Então Manoel é petista, comunista, bolivariano.

Juninho votou em um petista. Juninho é petista, comunista, bolivariano. E a favor da corrupção.

Ana vai de bicicleta para o trabalho e acredita que, assim, ajuda o mundo a ser melhor. Ana é petista, comunista, bolivariana. E sem vergonha.

Gabi quer que a prioridade do País seja a distribuição de renda. Gabi é petista, comunista, bolivariana. Vai pra Cuba!

Psicólogos, terapeutas e psiquiatras do meu Brasil: façam algo por nós.

10 respostas em “Socorro

  1. Eu ia dizer que esse povo precisa de mães e pais melhores, daí me dei conta que muitos deles já são mães e pais também… Acho que eu preciso urgentemente da minha terapeuta…

  2. Dani Cronemberger,

    Dito assim fica fácil. Você cria uma caracterização para justificar a opinião que você adoraria que tivessem apenas para facilitar seus argumentos. De textos assim o Enem está cheio!

    1) Simone de Beauvoir cair na prova como uma teórica que referenda a pauta do governo em uma prova nacional é apenas imoral. Não é “feminazi, petista, comunista, bolivariana”. Isso é simplismo.

    2) Os temas da redação geralmente são prosélitos. O caráter da prova ser NACIONAL é totalitário em sua essência. Nisso reside o absurdo. Mas fiquemos nos temas. No ano passado foi publicidade infantil. Neste ano violência contra a mulher. Em 2012 foi sobre “movimento imigratório”, bem na esteira da entrada de haitianos pelo Acre, estado governado pelo PT na época e jogados todos com muito carinho no colo de São Paulo. Convenhamos que não dá para o aluno fugir muito dos elogios às medidas do governo nesse sentido, certo? Ou você arriscaria?? Proselitismo!! Por que não uma redação sobre as pedaladas fiscais que afundaram o país?? Isso jamais ocorrerá.

    3) “Maria defende que cada um ame quem quiser e que todos tenham os mesmos direitos.” Maria é como eu, concordo com ela! Eu sou contra leis segregacionistas que criem privilégios. O gayzismo está nisso. O anti-gayzismo está distante da homofobia. O finado Clodovil também era contra leis assim e um anti-gayzista convicto..

    4) “Manoel quer a saída de um corrupto do poder, mas o corrupto não é petista, comunista, bolivariano. Então Manoel é petista, comunista, bolivariano”. Manoel é apenas um estrategista mau-caráter e amoral. Quer a saída de Eduardo Cunha e a manutenção de Dilma. Se Manoel quer a saída de corruptos e criminosos de fato, torceria para Eduardo Cunha cair, sim. Após Dilma. Sou desses, por exemplo.

    5) “Juninho votou em um petista. Juninho é petista, comunista, bolivariano. E a favor da corrupção.”. Se Juninho ainda é um dos 7% que apóiam Dilma, depois de tudo, depois até de que a Folha de S. Paulo arruinou o mais imoral argumento a favor das pedaladas, de que foram usadas para programas sociais (também bancaram grandes empresas e produtores rurais), eu concordo.

    6) “Ana vai de bicicleta para o trabalho e acredita que, assim, ajuda o mundo a ser melhor.” Ana é como eu. Se Ana fica interrompendo trânsito, enchendo o saco de motoristas, aí, sim, Ana é petista, comunista, bolivariana..

    7) “Gabi quer que a prioridade do País seja a distribuição de renda.” Todos queremos, mas de forma? Dessa aí???

    “Psicólogos, terapeutas e psiquiatras do meu Brasil: façam algo por nós”. Disso eu assino embaixo!

      • Eu já acho que o Canuto entendeu direitinho a questão. Apoiado, Canuto. Simplificar o problema com rótulos é rebaixar a discussão de um assunto que é muito mais complexo. Cada rótulo destes deve ser colocado em seu contexto e foi exatamente isto que eu entendo que o Canuto quis fazer. Neste sentido, assino em baixo de tudo que ele escreveu.

      • Não tenha pena, Dani. Eu também quero entender o que você acha que eu não entendi. Juro.

        E valeu, Rog Passos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s