Em Brasília como os romanos

Vou te dar um conselho de amiga: numa dessas tardes bem quentes da seca, pare o que estiver fazendo e vá à 104 sul. Entre na Cremositá e, vá por mim, escolha o de pistache. Ou o de banana com (muito) chocolate. Se você for frutífero, prove o de morango sem leite.

Dá vontade de nem falar mais nada, porque o sabor do sorvete Cremositá é auto-explicativo. É bom. É cremoso. É leve.

Os sabores chocolatentos são generosos, puxentos, deliciosos sem ser doces demais. Os sorbettos, sem leite, colocam o sabor da fruta em destaque, transformando morango ou maracujá em verdadeiras experiências.

Tem toda uma técnica por trás, que o Rafael Faria, jornalista que se inventou uma segunda vida de mestre sorveteiro, foi lá na Bolonha aprender. E que ele coloca em prática com ingredientes frescos ultra-selecionados – basta dizer que a Cremositá não usa gordura hidrogenada e  traz o doce de leite da Argentina, o pistache da Sicília e a baunilha de Madagascar.

Mas, na boa, a técnica interessa aos técnicos. O que eu quero saber é de uma casquinha caprichada – cookies por baixo, tiramisu por cima.

Bora?
Cremositá
CLS 104, bloco A, loja 9
(61) 3225-0329

4 respostas em “Em Brasília como os romanos

  1. Pingback: Motivos pra voltar | quadrado

  2. Pingback: O mistério do gelato do Giuseppe | quadrado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s