Pra começar a semana flutuando

float

 O maior elogio que recebi na vida foi de uma amiga que quis me entrevistar pra uma matéria sobre slow life. Eu tenho essa cara de passada mas não tenho nada de slow. Minha cabeça funciona no 220V, eu estou o tempo todo pensando em como otimizar meu tempo, almoço na frente do computador, falo no telefone enquanto dirijo, tenho a sensação de que nunca estou totalmente aqui e agora. E é com vergonha que admito tudo isso: eu sei que não é assim que se vive.

Quando o pessoal do Float Spa ofereceu pra gente experimentar uma sessão de flutuação, dois problemas se instalaram no horizonte: 1) em que parte da minha semana eu ia conseguir encaixar uma hora para não fazer nada?, 2) como eu conseguiria ficar uma hora sem fazer nada?

A filosofia do negócio é a seguinte: uma cápsula cheia de água super saturada de um sal chamado sulfato de magnésio, que faz com que a gente fique boiando com a maior facilidade. A cápsula pode ficar aberta ou fechada, tem uma luzinha agradável lá dentro e a sessão começa com um sonzinho de mar, bem relaxante. Mas depois o sonzinho para, porque o objetivo da coisa é esse mesmo: você ficar com você mesmo, flutuando, quietinha, silêncio total, pausa na vida. Eu, que funciono no 220V, sabia que precisava disso, mas achei que não ia dar conta.

Acontece que eu dei muita conta. Dei conta demais da conta. Eu quase que tive que ser expulsa do spa, porque eu apeguei demais com a cápsula, não queria sair de lá de jeito nenhum.

Cada experiência é uma, mas a minha foi de um relaxamento único e incrível, como poucas vezes eu senti na vida. Essas terapias alternativas são gostosas, né?, massagem, por exemplo, é uma parada super prazerosa – mas em termos de relaxamento eu nunca experimentei nada parecido. Num estado bem estranho de consciência, entre o sono e o despertar, eu não sentia muito bem meu corpo, meus membros, não conseguia saber exatamente em que posição meus braços estavam – e, de um jeito mais esquisito ainda, eu achava isso profundamente bom e queria só continuar ali, quietinha.

Pelo que contam meus amigos adeptos da meditação, é disso que se trata meditar, fazer ioga e todas essas práticas de saúde mental. Passar por essa experiência dentro de um spa foi, por um lado, uma quebra de preconceitos que eu nem sabia que tinha contra esse tipo de espaço, e, por outro, um atalho expresso pra um estado de relaxamento que vou certamente perseguir pro resto da minha vida. Aprender a meditar, algo que nem existia no meu radar, pulou pro topo da minha lista de prioridades.

Uma hora se passou e eu nem vi. E quando a sessão acabou, eu achei quase uma violência ter de sair dali. Dirigindo de volta pra correria de vida (buscar filhos na academia, voltar pra casa, fazer jantar) eu ainda sentia na minha pele uma vibraçãozinha estranha – que, parece, se chama vida.

PS: Nem acredito que escrevi essas coisas. A hippie do quadrado é a Dani, que fique bem claro.

Bora?
Flutuação no Float Spa
CA 07 Lote 08 Lago Norte (ao lado do Iguatemi Shopping)
3034-5044
A hora de flutuação custa R$ 129. 

3 respostas em “Pra começar a semana flutuando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s