Contribuindo para o aparelhamento do estado

foto

 

Não sei se já deu pra perceber mas, culturalmente, eu sou uma grande entusiasta desses nossos tempos. Esses tempos em que a linguagem artística se multiplicou, abrindo um milhão de novas possibilidades em todos os cantos, sem respeitar fronteiras, sem exigir credenciais. Sem que isso signifique perda de qualidade – ao contrário: assistimos a experiências estéticas absolutamente conectadas com o público e mesmo assim inesperadas, e que encontram nesse vínculo direto, sem intermediadores, uma possibilidade de retroalimentação que muitas vezes leva a resultados ainda mais incríveis. Nesse nosso tempo de blogs, de posts, de redes sociais, quem faz fala direto com quem gosta – e quem gosta constroi junto: curtindo, opinando, patrocinando.

Isso tudo pra dizer: sou uma enorme entusiasta do crowdfunding.

Dessa vez quem chama a gente a curtir e fazer acontecer é um dos maiores agitadores culturais da cidade, o Criolina, com um de seus projetos mais livres, leves, loucos – o Aparelhinho. Esse monstrengo meio pick-up, meio vitrola, meio robô, meio carrinho de pipoca se propõe a agitar as baladas brasilienses com música de carnaval num portátil muito heterodoxo – onde só entra música boa. Isso aí. Só entra música boa. Porque sair… já são outros quinhentos.

Quem foi no Aparelhinho de carnaval este ano pode dizer: sobrava animação, mas faltava som. E é aí que a gente entra. O Aparelhinho precisa da nossa ajuda para se fazer ouvir – para comprar uma estrutura definitiva, para ganhar potência e, com isso, fazer ainda mais bonito nas festas da cidade.

Eles abriram um crowdfunding que se encerra em pouco mais de quinze dias e ainda precisa levantar dez mil. A ideia pra dar um gás nessa reta final é a cara deste tipo de iniciativa: ao invés de ficar sentado no canto reclamando que o governo não ajuda, a galera mobilizou mais de trinta djs da cidade pra uma festa que promete durar mais de oito horas. Toda a grana arrecadada vai ser revertida para carnavalizar nossa cidade com um Aparelhinho ainda mais bacana.

Como eu já disse uma vez há algum tempo, viver neste nosso tempo já implica em lidar com violência, spam e engarrafamentos. Que a gente faça parte – e viva intensamente as coisas boas.

Bora?
Todo mundo empurrando o Aparelhinho
Amanhã, 22/03, a partir das 22h
no Arena Futebol Clube – Setor de Clubes Sul, trecho 3
Mais informações aqui.
Para contribuir direto no Catarse, por aqui.

4 respostas em “Contribuindo para o aparelhamento do estado

  1. Galera, essa festa é para dar o gás final nas contribuições e por isso todo o valor arrecadado com a festa vai entrar no projeto do Catarse. Todo mundo que tiver contribuído até amanhã, antes da festa, vai entrar pela lista free. Na porta, 10 mangos para os que não fizeram a contribuição pelo site. Se liguem pois tem várias recompensas maneiras para que apoiar com valores superiores pelo Catarse. Agradecemos desde já o apoio de tanta gente, dos coletivos e Djs que vão tocar na festa, e de todos que comparecerão. Um abraço!

  2. Pingback: Quer carnaval? Pergunte-me como. | quadrado

  3. Pingback: Brasília pelos brasilienses: fazedores que você precisa conhecer | Crowdfunding: dicas e histórias – Blog do Catarse

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s