O Quadrado no seu rádio

Tem só dois meses que o Quadrado nasceu, mas tanta coisa já aconteceu – e tantas pessoas legais já se aproximaram dele – que parece mais tempo. E a gente, mães corujas que somos, queremos dividir uma alegria especial com vocês: amanhã o Quadrado estreia um bloco semanal no novo programa da Rádio Câmara (96,9 FM), Feijoada Completa, que vai ao ar aos sábados, às 12h, com reprise aos domingos, às 9h.

A ideia é levar o espírito do blog para a rádio e divulgar as coisas bacanas e interessantes da cidade. O Feijoada Completa vai misturar curiosidades de Brasília com música e vários outros assuntos, incluindo mundo digital, esportes e bastidores da notícia no Congresso.

Além da transmissão FM, a programação da Rádio Câmara fica disponível na internet e é baixada e reproduzida por mais de 1,7 mil emissoras parceiras em todo o País. Lá no nosso primeiro texto, a gente não disse que queria “arrebanhar mais gente pra abrir os horizontes de Brasília”? Então. Essa chance de chegar mais longe, e em outro formato de comunicação, é linda demais.

Bora?
Programa Feijoada Completa
Rádio Câmara (96,9 FM)
Aos sábados, às 12h, com reprise aos domingos, às 9h
http://www.camara.gov.br/radio/

O motivo que faltava para estudar música

Este final de semana acontece um bazar muito legal e diferente: de instrumentos musicais e apetrechos relacionados.

Quem nunca começou a estudar um instrumento, todo empolgado, e acabou largando meses depois, deixando de herança para o quartinho da bagunça uma guitarra caríssima, um amplificador que perdeu totalmente sua razão de existir?

E, na outra ponta, quem nunca sonhou em pegar umas aulinhas de teclado, mas desistiu só de pensar no investimento que significa comprar um instrumento para treinar em casa?

Pois a hora é agora: a escola Toque de Classe, que fica no Lago Sul, quer unir essas duas oportunidades de negócio. A ideia é criar um espaço aberto a quem quiser comprar ou vender um instrumento ou equipamento – caixas de retorno, bags pra instrumentos, pedais, pedestais, vale tudo.

O bazar vai contar com a presença de um luthier, que vai tirar dúvidas e dar dicas sobre o estado dos instrumentos de cordas, o tamanho mais adaptado para as crianças e outras informações preciosas.

Esta linda guitarra infantil aí da foto vai estar a venda – e vai rolar algumas peças pela metade do preço.

Bora?
Toque de Classe
Domingo, 2 de setembro, das 10h às 17h
No Centro Musical Toque de Classe
SMDB Cj. 12 Bloco C Sala 104
(subida da QI 23, no comércio do Big Box)

Atenção: o espaço para venda de instrumentos é gratuito, mas precisa ser agendado pelo email toque.eventos@gmail.com. Quem quer vender mas não quer passar o domingo todo por lá pode pagar uma taxa para o pessoal da escola.
E para os compradores: as vendas serão feitas no dinheiro ou cheque.

Do jeitinho que eu gosto

Esta semana está inacreditável: do jeitinho que eu gosto. Cheia de eventos excelentes, de graça, em espaços públicos. Melhor impossível.

Viu a convocação geral que a Dani passou ontem para o Museu da República do sábado, não viu? Pois não precisa esperar o final de semana chegar para comemorar: hoje tem Lenine nas noites culturais do T-bone, um dos projetos musicais mais bacanas da cidade.

Além de ser público e de graça, tem o charme do inusitado – quem é que poderia esperar que um açougue que um belo dia decidiu disponibilizar livros para os clientes de repente se tornaria palco de um artista do gabarito do Lenine?

Eu topo T-bone até para ver Ivan Lins, imagina Lenine?!

Bora?
Hoje, a partir das 19h
Entrequadra 312/313 Norte
Entrada franca
Máximo Mansur abre a noite, que conta ainda com recital de poesia com a presença de Nicolas Behr.

24 horas seguidas de arte e cultura

Espero que sua semana esteja sendo bem tranquila porque, acredite, o fim de semana vai precisar de energia. O Festival Satélite 061 começa às 18 horas de sábado (dia 1º) e vai até às 18 horas de domingo (2), com 88 atividades de música, cinema, teatro, exposições e debates, no Complexo Cultural da República (com três espaços para shows) e no Teatro Nacional.

É a primeira vez que a cidade recebe um festival 24 horas e gratuito, formato que ganhou fama com a Virada Cultural, de São Paulo. Aqui, o evento traz artistas de outros estados, mas a estrela é a cena cultural da cidade, que toma 80% da programação e prova que Brasília tem muita gente fazendo arte de qualidade.

O Satélite 061 tem o nosso DNA e expõe novos talentos. Existe uma nova geração de artistas locais que merece nossa atenção e que, normalmente, fica de fora de grandes eventos patrocinados com dinheiro público distrital. Basta passar os olhos na programação do festival para ver que oferta de talento não é o problema.

De outros estados, a lista inclui a companhia de dança goiana Quasar, com o espetáculo “Só tinha de ser com você” (dia 1º, às 20h, na Martins Pena), o roqueiro Edgard Scandurra (dia 1º, às 21h45, no palco Renato Russo, ao lado do Museu da República) e Arnaldo Antunes, que encerra a maratona tocando às 17h45 do domingo, também no museu.

O evento é obra da Ossos do Ofício, produtora e associação cultural que, além de criar eventos culturais na cidade há dez anos, representa juridicamente mais de 360 artistas locais. Presidida por uma mulher porreta (Marta Carvalho é o seu nome), a Ossos publica o Guia Satélite 061, que batizou o festival.

O guia é uma espécie de catálogo de artistas brasilienses, que começou a ser produzido em 2011 e está na sua quarta edição. Um dos seus objetivos é divulgar a nossa cultura, além de captar recursos para projetos e shows, inclusive fora do Brasil.

Bora?
Satélite 061 – 24h no ar
Complexo do Museu da República e Teatro Nacional
Das 18h do dia 1º às 18h do dia 2
Programação completa: clique aqui
Entrada franca
Página do evento no facebook: http://www.facebook.com/events/251914314929531/
Foto de Brasília a partir do satélite ikonos

Fotografia no Tribunal

Um dos clichês de Brasília é dizer que isso aqui não é só política, não é só serviço público, etc e tal. É verdade que não é só isso. Mas acho que mais verdade ainda é mostrar que política, serviço público, etc e tal não são só corrupção, malandragem, acomodação, falta de cultura.

Cada vez mais órgãos públicos investem em cultura, de várias maneiras. Basta lembrar que Petrobras e Banco do Brasil estão entre os maiores investidores culturais do país. Basta lembrar da crescente utilização dos espaços monumentais de nossos prédios públicos para abrigar exposições e eventos culturais.

A partir de amanhã, o Espaço Cultural do STJ recebe uma exposição de fotos incrível, que retrata toda a exuberância das luzes de Brasília. O sol, as sombras, as cores, o céu. Imagens que você enxerga todos os dias – mas que fazem um sentido especial nas composições propostas pela fotógrafa Daniela Cadena Henrique, que neste projeto trabalhou junto com João Paulo Barbosa.

É ela que assina as fotos que inauguraram este blog, para nosso orgulho. Como nós, é apaixonada pela cidade, suas formas e suas surpresas. A exposição dela é uma prova disso.

Bora?
Brasília Iluminada
Espaço Cultural do STJ
29 de agosto a 19 de setembro
De 2a. a 6a., das 9h às 19h
Coquetel de abertura amanhã, às 19h.